Transferência

Nesta página você irá encontrar orientações para a solicitação de Transferência do Registro Profissional.

A transferência de inscrição principal de um CRESS para outro poderá ser requerida junto ao CRESS de origem ou de destino.

TRANSFERÊNCIA DE REGISTRO DO CRESS 12ª REGIÃO PARA OUTRO CRESS

Para dar início ao seu processo de transferência do registro do CRESS 12ª Região para outro CRESS, você deverá baixar, preencher, assinar e encaminhar os seguintes documentos:

Requerimento de Transferência

Requerimento de emissão do Documento de Identidade Profissional –  DIP

As orientações contidas no requerimento de emissão do DIP devem ser rigorosamente observados, sob pena de recusa. O requerimento deve ser impresso em papel branco tamanho A4, formato retrato. Não se deve utilizar papel reciclado, colorido ou qualquer outro tipo de papel diferente do especificado

Os documentos devem ser assinados  e entregues com os demais documentos necessários (elencados mais abaixo) na sede do CRESS ou encaminhados via Correio (Carta Registrada ou Sedex).

O Processo de solicitação estará dando continuidade após a conclusão das etapas acima. A duração do processo demora até 60 dias, contado após a quitação da taxa de cédula.
O Resultado será divulgado via correspondência (Carta Registrada) e no nosso site (www.cress-sc.org.br).

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS:

  • 02 (duas) fotografias 3×4 coloridas, recentes, de frente, com fundo branco, papel sem brilho, sem data, sem moldura, sem marcas, não podendo ser escaneada ou digitalizada. Não é permitida a utilização de grampeador ou clips. A fotografia que não atender a tais características será recusada e devolvida;
  • Carteira de Identidade Profissional;
  • Cédula de Identidade Profissional;

OBSERVAÇÕES:

A transferência de inscrição de um CRESS para outro, poderá ser requerida junto ao CRESS de origem ou de destino. (Res. CFESS 378/98 – art. 40);

O processo de transferência, somente será deferido, mediante comprovação da quitação de débitos, para com o CRESS de origem (Res. CFESS 378/98 – art. 47 – parágrafo único);

A anuidade passará a ser devida ao CRESS de destino, após o deferimento da transferência da inscrição (Res. CFESS 378/98 – art. 48);

A entrega da nova cédula de identificação profissional ficará condicionada à devolução da cédula anterior (Res. CFESS 378/98 – art. 50);

Resolução CFESS nº 814/2017

 


 

SOLICITAÇÃO DE TRANSFERÊNCIA DE REGISTRO DE OUTRO CRESS PARA O CRESS 12ª REGIÃO

Para dar início ao seu processo de transferência do registro de outro CRESS para o CRESS 12ª Região, você deverá baixar, preencher, assinar e encaminhar os seguintes documentos:

Requerimento de Transferência

Os documentos devem ser assinados  e entregues com os demais documentos necessários (elencados mais abaixo) na sede do CRESS ou encaminhados via Correio (Carta Registrada ou Sedex).

Somente após o recebimento e análise da documentação recebida, o Setor de Inscrição encaminhará por e-mail ou entregará no atendimento presencial, o seguinte boleto para quitação:

Taxa de Emissão do DIP: R$ 59,32

O Resultado será divulgado no site do CRESS – 12ª Região, através de Resolução. Posteriormente, o documento será enviado por correspondência registrada para o endereço informado.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS:

  • 02 fotos 3×4, recentes, de frente, revelação não instantânea;
  • Carteira de Identidade Profissional;
  • Cédula de Identidade Profissional;

OBSERVAÇÕES:

A transferência de inscrição de um CRESS para outro, poderá ser requerida junto ao CRESS de origem ou de destino. (Res. CFESS 582/2010 – art. 39);

(Art. 46 – Resolução 582/2010) – “Existindo débito do interessado para com o CRESS de origem, o profissional deverá regularizar a situação mediante pagamento à vista ou termo de compromisso de dívida e parcelamento, no ato da apresentação do requerimento.

Parágrafo único: O pedido de transferência somente será deferido mediante comporvação no processo, da quitação ou parcelamento dos débitos em dia, para com o CRESS de origem.

Art. 47: A anuidade passará ser devida ao CRESS de destino a partir do mês seguinte ao protocolo do pedido de transferência.”